BLOG

Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1
quinta-feira, 10 de outubro de 2019

O que é uma Parada de Manutenção?

Nas indústrias de processo, muitos dos equipamentos não podem ser retirados da produção para fins de manutenção, enquanto a planta estiver operando. Portanto, após um determinado período de tempo, denominado “campanha da unidade”, é necessário parar a planta para poder fazer manutenção em TODOS os equipamentos.

É isto que denominamos Parada de Manutenção.

E o que são industrias de processo ???

Segundo a  APICS (American Production and Inventory Control Society), indústrias de processo são aquelas que adicionam valor aos materiais através de mistura, separação, conformação ou reações químicas. O processamento pode ser tanto contínuo como em bateladas (lotes) e geralmente requerem rígido controle do processo e alto investimento de capital.

 

Processamento por bateladas: processo industrial que prioritariamente programa curtos ciclos de produção de produtos.

 

Processamento contínuo: processo no qual as interrupções são mínimas em qualquer corrida de produção ou entre corridas de produção de produtos que exibam características de processo, tais como líquidos, fibras, pulverizados, gases.

 

Por vezes, o termo contínuo é entendido como indústrias que trabalham 24 h/dia.

 

As Indústrias de Fabricação tem inúmeras etapas, consistindo de sistemas discretos (enumeráveis), enquanto nas Indústrias de Processo o sistema é contínuo e interligado. As Indústrias de Processo são indústrias da área de óleo e gás, petroquímico, siderurgia, papel e celulose, bebidas e alimentos, e fármacos.

São justamente as Indústrias de Processo, com processamento contínuo, aquelas que demandam a Parada de Manutenção, a qual ocorre após um período variável, dependendo do tipo de indústria. Mesmo dentro de uma mesma indústria, este período (tempo de campanha) varia. No refino de petróleo, unidades de destilação atmosférica e a vácuo tem uma campanha de cerca de 4 anos, unidades de processamento de gás natural (UPGN) tem campanhas em torno de 5 anos, e as caldeiras tem, por força da NR-13, campanhas de 12 meses (se a unidade tiver um Serviço Próprio de Inspeção de Equipamentos – SPIE – a campanha pode se estender para 18 meses). Na siderurgia as campanhas são sensivelmente menores.

 

Parada de Manutenção – caracterização PMI

Segundo o PMI, “Projeto é um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um produto, serviço ou resultado únicos”.

Um projeto é temporário no sentido de que tem um início e fim definidos no tempo, e, por isso, um escopo e recursos definidos.

E um projeto é único no sentido de que não se trata de uma operação de rotina, mas um conjunto específico de operações destinadas a atingir um objetivo em particular. Assim, uma equipe de projeto inclui pessoas que geralmente não trabalham juntas – algumas vezes vindas de diferentes organizações e de múltiplas geografias.

Então percebemos claramente que uma Parada de Manutenção se enquadra no conceito de Projeto:

  • É formado por atividades temporárias, ou seja, a Parada de Manutenção tem início e término perfeitamente caracterizados
  • Tem um escopo muito bem definido, usualmente denominado Lista de Serviços de Parada, e tem recursos dimensionados para realizar este escopo
  • Ainda que a Parada de Manutenção ocorra regularmente em ciclos de alguns anos (campanhas), cada parada é diferente das demais em termos de escopo, prazo, recursos requeridos
  • Na Parada de Manutenção trabalham equipes múltiplas, tais como Manutenção, Operação, Inspeção, Engenharia, Suprimentos, e frequentemente são recrutados esforços em outros órgãos e locais da empresa

Ainda que a Parada de Manutenção se enquadre na definição de Projetos segundo  PMI, este evento tem características bem distintas da maioria dos Projetos, principalmente no que tange à duração (tipicamente de 20 a 45 dias, com variações que dependem do tipo de indústria) e na concentração do uso de recursos (mão de obra, equipamentos, materiais).

  • Evolução rápida dos serviços em relação ao tempo.
  • Prazos curtos para a realização, comparados à quantidade de trabalhos.
  • Grande número de frentes de trabalhos e de recursos envolvidos e significativa variedade de habilidades e especialidades.

Por estas razões, especial atenção deve ser dada ao Planejamento da Parada de Manutenção.

 

A CRIMAR Engenharia Manutenção e Serviços Técnicos Ltda. é uma empresa de engenharia de manutenção industrial que atua nas áreas elétrica, mecânica, pneumática, automação, hidráulica, utilidades e isolamento térmico, tanto na execução de serviços quanto ao fornecimento de mão de obra terceirizada.

Áreas de atuação:

 

Manutenção industrial Campinas

Mão de obra terceirizada para departamento de manutenção campinas

Mão de obra terceirizada para execução de serviços de manutenção campinas

Formação de estrutura técnica para departamento de manutenção campinas.

 

 

Manutenção preventiva industrial

Manutenção corretiva industrial

Manutenção preditiva industrial

Manutenção preventiva elétrica industrial

Manutenção preventiva mecânica industrial

Manutenção preventiva pneumática industrial

Manutenção preventiva hidráulica industrial

Manutenção preventiva civil industrial

Manutenção preventiva utilidades industrial

Manutenção preventiva isolamento térmico industrial

 

Manutenção corretiva elétrica industrial

Manutenção corretiva mecânica industrial

Manutenção corretiva pneumática industrial

Manutenção corretiva hidráulica industrial

Manutenção corretiva civil industrial

Manutenção corretiva utilidades industrial

Manutenção corretiva isolamento térmico industrial

 

 

Manutenção de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preventiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preditiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Manutenção preventiva elétrica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preventiva mecânica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preventiva pneumática de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preventiva hidráulica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção preventiva civil de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Manutenção corretiva elétrica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva mecânica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva pneumática de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva hidráulica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva civil de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Serviços:

Serviços de Manutenção preventiva elétrica industrial

Serviços de Manutenção preventiva mecânica industrial

Serviços de Manutenção preventiva pneumática industrial

Serviços de Manutenção preventiva hidráulica industrial

Serviços de Manutenção preventiva civil industrial

Serviços de Manutenção preventiva utilidades industrial

Serviços de Manutenção preventiva isolamento térmico industrial

 

Serviços de Manutenção corretiva elétrica industrial

Serviços de Manutenção corretiva mecânica industrial

Serviços de Manutenção corretiva pneumática industrial

Serviços de Manutenção corretiva hidráulica industrial

Serviços de Manutenção corretiva civil industrial

Serviços de Manutenção corretiva utilidades industrial

Serviços de Manutenção corretiva isolamento térmico industrial

 

Serviços de Manutenção de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preventiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção corretiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preditiva de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Serviços de Manutenção preventiva elétrica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preventiva mecânica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preventiva pneumática de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preventiva hidráulica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Serviços de Manutenção preventiva civil de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Manutenção corretiva elétrica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva mecânica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva pneumática de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva hidráulica de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

Manutenção corretiva civil de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

 

Fornecimento de Mão de Obra:

Eletricista de Manutenção

Eletricista manutenção

Eletricista Industrial

Eletricista Manutenção Industrial

Mecânico de Manutenção

Mecânico Manutenção

Mecânico Manutenção Industrial

Operador ETE

Operador ETE Industrial

Operador Utilidades

Operador de Utilidades

Operador Utilidades Industriais

Manutenção Preditiva

Manutenção Preventiva

Manutenção Corretiva

Manutenção pneumáticxa

Manutenção hidráulica

Manutenção elétrica

Manutenção mecânica

Soldador

Soldador Industrial

Pintor

Pintor Industrial

Serralheiro

Serralheiro Industrial

 

 

Contato:

www.crimar.com.br

crimar@crimar.com.br

Tags da postagem:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *